terça-feira, 8 de setembro de 2009

Ritual de Sati (Ritual das Viuvas na India)

Sati ou Suttee é um antigo costume entre os hindus, hoje em dia estritamente proibido pelas leis do Estado Indiano, que obrigava (no sentido honroso, moral, e prestigioso) a esposa viúva devota a se sacrificar viva na fogueira da pira funerária de seu marido morto.
O ritual se chama Sati e, esporadicamente, ainda é praticado em algumas regiões mais tradicionais, ainda que esteja proibido por lei.
Ele tem origem no sacrifício de Sati, a primeira esposa do deus Shiva, que se matou, numa demonstração de fidelidade ao amado que estava sendo humilhado.
Ainda que a prática do sati tenha caído em desuso, a sorte das viúvas indianas ainda é trágica o suficiente. Entende-se que elas não trouxeram sorte para a família, uma vez que os maridos morreram,na tradição indiana a mulher é a metade do marido quando eles se casam,tornando apenas 1 só,quando ser tornam viuvas a vida delas acabaram,porisso antigamento muitas se atiravam na pira,hoje em dia mesmo com a proibição a a viúva é um tabu tão forte. Quando se tornam viuvas começa a cerimônia de retirada dos simbolos de casada ,primeiramente se quebra as pulseiras ali em frente ao falecido depois será retirado o sindor (linha vermelha que identifica a mulher casada) e passam a usar roupas brancas em demostração de luto para o resto da vida,existe aqueles mais tradicionais que raspavam a cabeça das viuvas,existe muitos abrigos aonde as viuvas são abandonada pela familia do marido. (veja na postagem : http://deva-dani.blogspot.com/2009/01/cidade-das-vivas.html ) O filme Water de Deepa Mehta fez um belo retrato dessas viúvas que compõe a saga das viuvas na India. Vale a pena assistir.
O Templo Mehrangarh Fort aonde existe Hand Print de viuvas que fizeram sacrificios pelos seus maridos se atirando na pira. Em Caminho das Indias MAYA passando pelo momento das quebrando as pulseiras,iniciando a cerimonia de retirada dos simbolos de casada.



Fonte: Internet & minhas viagens.
Fotos :
Foto 1)Internet
Foto 2,3 e 4)Retirada nas gravações de Jaipur Eu & Juliana Paes.
Foto 4)Elaine da comunidade orkut visitou recentemente o Mehrangarh Fort.

4 comentários:

  1. O capítulo da novela foi muito bem interpretado e também muito triste no meu ponto de vista, a India coloca a mulher como um nada, onde ela não tem mais valor apos a morte do homem, sem nenhum senso de humanidade e amor pelas mulheres que lhe deram a luz, enfim, isso nos faz enxergar o quanto ainda de preconceito as mulheres sofrem em todo o mundo, mesmo nos dias autais!

    ResponderExcluir
  2. Gostei mt do post sobre as víuvas indianas e ficou d+.Eu assiti esse capitulo da novela q ficou mt bom.Gostei deste blog

    ResponderExcluir
  3. Deva adorei o seu post ! mais tbm gostaria de ter visto a parte em que tiram o sindoor e o mungal sutra dela aquela parte tbm é chocante acho que foi muito bem intrerpretadp pela Ju paes ! adoreeei beeijos. Barbara

    ResponderExcluir
  4. A verdade é que nada no mundo, nenhuma ideologia, filosofia ou religião fez tanto pela liberdade e dignidade das mulheres quanto o cristianismo. Basta comparar como as mulheres são tratadas nos países cristão e o tratamento que recebem nos países não-cristãos. As viúvas que o digam!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua participação e não esqueça doe sorriso,não custa nada...Namaska.