terça-feira, 20 de outubro de 2009

Hijras - Nem Homens e Nem Mulheres..

Os hijras, que são os transgêneros e intersexuais ( "de Homem para Mulher") da Índia, do Paquistão e de Bangladesh, ainda estão envoltos em enigma e mistério. Entre os indianos da cidade de Varanasi, ao norte da Índia, rituais de castração ou de se vestir como mulher é aceito e explicado culturalmente, como entre os hijras e os jankhas.
Os hijras, originalmente, constituem a classe dos eunucos, ou seja, são em sua maioria castrados e formam um grupo de cerca de 1,2milhões de homens. Na Índia antiga, eram bem aceitos socialmente, hoje a realidade é outra, ficando às margens da sociedade, muitas vezes ganhando a vida com prostituição e mendicância.
Os eunucos existiram em várias sociedades antigas, mas só na Índia eles ainda existem e formam uma classe bem definida. A castração pode ocorrer de forma voluntária, mas algumas vezes ela é feita de forma bárbara, com o menino ainda pequeno, em rituais violentos onde o pênis e os testículos são arrancados com golpes de faca e os ferimentos cauterizados com uma barra de ferro em brasa. Com menos testosterona, alguns acabam ficando com características mais femininas.
Porém, nem todos os hijras foram castrados, alguns nasceram com anomalias nos órgãos genitais, outros são hermafroditas e há também travestis e transexuais.
A maioria dos hijras pedem dinheiro em festas de casamento ou de nascimento de uma criança, invadindo o local, cantando e dançando, e pedindo uma contribuição para irem embora. Se atendidos, eles abençoam o casal ou o recém nascido. Se não recebem o que desejam, ameaçam mostrar as partes mutiladas ou amaldiçoam os donos da casa.
A tradição diz que os hijras tem poderes mágicos e poucos ousam não atender seus pedidos.
Não se sabe como novos hijras aparecem, mas há relatos de bebês que são sequestrados por eles, e de homossexuais e travestis que se juntam ao grupo.
Como as hijras sobrevivem em uma sociedade excludente como a indiana, que discrimina os homossexuais até hoje? Bem, as hijras sempre sofreram a discriminação na pele, sendo ridicularizados e rejeitados. O povo indiano acredita que eles têm poderes mágicos e, por esse motivo, os chama para abençoar e dançar em casamentos e nascimentos, principalmente dos meninos. Elas sobrevivem ainda com a prostituição, sendo geralmente solicitadas quando o cliente não pode pagar o preço de uma noite com uma mulher. A mendicância é outro meio de sobrevivência da comunidade. Mais recentemente, algumas empresas financeiras indianas inovaram ao empregar hijras para fazerem cobranças.
Mas em meio a esta situação tão massacrante, as hijras começam a se destacar agora na política. Em fevereiro de 2000 um feito histórico para a comunidade hijra foi realizado: a eleição de Shabnam Mausi, a primeira hijra eleita para o legislativo. "Tia" Shabnam, como é conhecida, tem 40 anos de idade e sempre trabalhou cantando e dançando. Ainda assim, os eleitores a preferiram a qualquer outro candidato. E agora são os maiores partidos indianos que procuram hijras aspirantes na política para os seus quadros. As hijras passam a representar todas as vítimas da sociedade hierárquica indiana. As hijras são um exemplo inspirador de como pessoas que sempre foram consideradas a escória em uma sociedade dividia em castas e arcaica, podem superar tudo isso e começar a mudar sua situação. Em concurso de beleza de hijras acaba de ser realizado na Índia. Foram mais de 100 participantes e uma certeza: a de que elas conseguiram achar a beleza interior e se posicionar acima de qualquer definição sexual. Num mundo onde é preciso explicar a todos o que é ser homossexual, elas estão, de uma certa forma, num nível superior.
Namaste a todos...Deva Shakti

POST DEDICADO AO MEU AMIGUINHO NAIGUEL DO RIO DE JANEIRO.

6 comentários:

  1. Otimo blog, gostei muito, estive na Índia por 10 dias e olha, é a melhor coisa que ja fiz, uma vez na Índia você volta outra pessoa, parabéns pelo blog Dani, muito bom mesmo, e obrigado por m adicionar no orkut, quero voltar na ìndia outra vez e ficar mais tempo.

    ResponderExcluir
  2. Parabêns pelo seu belíssimo trabalho deste blog.
    É uma delícia poder ler tantas coisas interessantes.

    ResponderExcluir
  3. Olá deva,sou eu Naiguel,realmente seu blog é maravilhoso..aprendemos coisas que nunca mais iremos esqueçer,porque são coisas que penetram a nossa mente e nos deixa feliz e satisfeito por ter descoberto uma coisa,que jamais achariamos que iamos conheçer,e graças a você,acabamos sabendo e ficamos muito feliz,se te chateaei alguma vez,desculpe!de verdade,alias errar é humano,saiba que amo muito você..de coração! Beijos...Naiguel..

    ResponderExcluir
  4. parabéns pela blog gostei muito.

    ResponderExcluir
  5. Amei,muito legal o seu blog .Beijokas Cléo passos Fotógrafa.

    ResponderExcluir
  6. amei o blog... me escrevi :D
    estou planejando uma viajem para india, um tour!!! moro na italia e essa ideia minha aqui é vista como uma loucura!! mas amo a india, a cultura.. gostaria de saber mais sobre esse pais maravilhoso! bjao e parabens pelo blog

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua participação e não esqueça doe sorriso,não custa nada...Namaska.